1680-1720

1680-1720

Após a morte do padre Antônio Vieira, ocorrida nos últimos anos do século XVII, a concepção religiosa de Império praticamente desapareceria dos círculos onde se desenhava a política do mundo português. O Império surgido na virada do século XVII para o XVIII era um império leigo, assentado em riquezas concretas, capazes de excitar cobiças de várias naturezas. A descoberta do ouro, a obstinação dos franceses em se estabelecer na América portuguesa, invadindo por duas vezes a cidade do Rio de Janeiro, e as revoltas de caráter variado que se multiplicaram nas zonas de colonização entre 1709 e 1720 mostravam que, se a terra era rica, havia perigos a ameaçá-la tanto de fora como de dentro. Para preservá-la, os portugueses precisavam rever suas formas de atuação nas paragens que os documentos oficiais já chamavam de Brasil. Há muito a historiografia brasileira vê o final do século XVIII sob o signo da crise. O império deste mundo mostra como o início do século também foi um período tenso e conflituoso, impondo reformulações decisivas - particularmente que Portugal repensasse o sentido do Império.
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
ISBN: 8535900055
ISBN13: 9788535900057
Número de Páginas: 128
Acabamento: BROCHURA
Formato: 13.00 x 21.00 cm.