A COLONIZAÇÃO DO IMAGINÁRIO

A COLONIZAÇÃO DO IMAGINÁRIO

Publicado pela primeira vez em 1988, este livro marcou época nos estudos sobre a colonização do México, dominados até então por duas tendências: a "arqueologia" dos mundos pré-hispânicos e a história da implantação espanhola no Novo Mundo. A colonização do imaginário se situa na interseção das duas questões.O choque entre os dois povos exigiu uma série de adaptações por parte dos índios. Gruzinski analisa, por exemplo, os deslocamentos na composição e na forma dos pictogramas, e também o progressivo aparecimento da paisagem de fundo e da escrita alfabética nos mapas indígenas, marcando a gradual assimilação da representação ocidental de espaço.Outras fontes já conhecidas são iluminadas por nova perspectiva. É o caso dos questionários aplicados pela administração espanhola na colônia. Gruzinski mostra, na própria formulação das perguntas, como os índios eram obrigados a rever suas concepções segundo critérios alheios.Por meio de investigações como essas, o leitor descobre como os índios se submetiam às expectativas espanholas. E percebe que não apenas os índios mudavam nesse processo: também os espanhóis se tornavam "outros" ao recorrer a xamãs indígenas e ao tentar compreender o que diziam seus interlocutores. O mundo colonial mexicano é, assim, restaurado em seus aspectos mais sutis e, do ponto de vista das culturas indígenas sob domínio espanhol, mais fundamentais.
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
ISBN: 8535903615
ISBN13: 9788535903614
Número de Páginas: 488
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.