ATENEU, O

ATENEU, O

'O Ateneu' possui a estrutura de uma autobiografia imaginária. Nele, a personagem Sérgio expõe sua aguda crise de personalidade. Para solucionar essa crise, recompõe o passado como forma de entender a origem de suas angústias. O tempo reconstituído é curto, limitando-se à infância e ao início da adolescência da personagem. Os limites mais precisos prendem-se a sua experiência de aluno interno em O Ateneu, colégio imaginário que simboliza as linhas de força da sociedade do Segundo Reinado. As memórias de Sérgio iniciam-se pela entrada no colégio, guiado por seu pai: "'– Vais encontrar o mundo', disse-me meu pai à porta do Ateneu. 'Coragem para a luta'". O Ateneu pode ser lido como romance de formação, porque seu argumento gira em torno do amadurecimento do protagonista, que se transforma à medida que o tempo passa. Foi publicado em 1888, quando Raul Pompéia tinha 28 anos. O estilo é um dos pontos fortes do romance. Nele, fundem-se vários aspectos das tendências do período realista: Impressionismo, Expressionismo e Naturalismo.
Editora: ATELIE EDITORIAL
ISBN: 8585851597
ISBN13: 9788585851590
Edição: 2ª Edição - 2006
Número de Páginas: 328
Acabamento: BROCHURA
Formato: 12.00 x 18.00 cm.
por R$ 28,50