AUSENCIA QUE SEREMOS, A
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

AUSENCIA QUE SEREMOS, A

'A ausência que seremos' é, antes de mais nada, a biografia escrita pelo filho do médico sanitarista colombiano Héctor Abad Gómez (1921-87), defensor de causas sociais e dos direitos humanos executado pelos esquadrões da morte que golpearam seu país nos anos 1980. O título do livro provém do primeiro verso do soneto Epitáfio, atribuído a Jorge Luis Borges, que Héctor Abad filho encontrou no bolso do pai, pouco depois de seu assassinato. Mas este livro é mais que uma biografia. Seu fascínio e graça resultam da própria dificuldade de escrevê-lo, que levou seu autor a arrastar a tarefa por quase vinte anos. Uma tarefa árdua, em primeiro lugar, porque o personagem central é uma pessoa extremamente complexa. Um homem de fortes convicções, que conduziu sua batalha sanitarista com paixão missionária, mas que nunca abraçou nenhum dogmatismo, advogando acima de tudo pela liberdade de pensamento. O desafio de retratar um homem irrepreensível sem resvalar no elogio exagerado é ainda mais árduo quando o retratista é nada menos que o próprio filho. Como o autor declara a certa altura, teria sido fácil para ele fazer uma Carta ao pai às avessas da kafkiana, onde em vez de medo haveria confiança; em vez de poder despótico, o diálogo tolerante. Consciente do risco do louvor excessivo, soube evitá-lo recriando a realidade em diversos planos, sob diversos olhares.
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
ISBN: 9788535918977
ISBN13: 9788535918977
Edição: 1ª Edição - 2011
Número de Páginas: 320
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.
por R$ 59,90