CAMINHOS QUE TERMINAM EM ESPELHOS
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

CAMINHOS QUE TERMINAM EM ESPELHOS

Grande leitor de literatura, filosofia, ciências, física e metafísica, Daniel transporta todos esses temas para sua obra, trazendo em uma linguagem que é ao mesmo tempo nostálgica - pela sua visão melancólica - uma linguagem nova, pela construção do texto que usa a ciência como pano de fundo para a metafísica. Vale dizer que a melancolia do autor, não traz consigo o fatídico, o cômodo, pois como tudo, ela também passará, o eu lírico sabe disso. Namesma direção, o sonho, a viagem, a ida às estrelas, o escapismo presente em algumas poesias, não é inocente, ao contrário, o que tudo isso representa emum plano metafísico, é o lugar onde a mente pode ir, é o mundo das possibilidades, a bússola sem ponteiro de quem se recusa a viver onde todos pensam sero mais racional, o mais correto, é a poesia pomada, a poesia que faz transcender a vida sem a criatividade. Esse poeta que pode ser comparado a um Criador, pois é capaz de gerar mundos, desce ao nível da criatura quanto sua mente aborta a poesia. Quando a perde, só resta buscar a inspiração novamente, ansiar que ela volte, que se refaça da construção química de um emaranhado de átomos no ar. Borges escreveu seu conto "Ruínas circulares", e aqui vemos uma explícita referência do autor em seu poema "Minhas ruínas circulares". Último poema do livro, com ele nos damos conta que chegar ao final de um caminho querepresenta uma única verdade: ele não termina ali. E, tal como no início, voltamos a percorrer nova etapa. A roda continua a girar e o caminho a ser percorrido, mas já não somos mais os mesmos.
Editora: ALL PRINT
ISBN: 8577187578
ISBN13: 9788577187577
Edição: 1ª Edição - 2011
Número de Páginas: 60
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.

Avaliações dos clientes

Rosaline de Almeida 14/02/2011

Que poeta maravilhoso! Há muito tempo que não leio poesias tão sensíveis! Amei!
100%

MAURÍCIO AVILLA DE SANTANA 14/02/2011

OBRA EXTREMAMENTE SENSÍVEL, INTIMISTA. O AUTOR TRAÇA UM CAMINHO QUE É, AO MESMO TEMPO CIENTÍFICO, METAFÍSICO E TRANSCEDENTAL. CADA POESIA REPRESENTA UMA TRAJETÓRIA DA ALMA DO POETA QUE É, AO MESMO TEMPO, A ALMA DE TODOS NÓS. VAÇE A PENA CONFERIR ESTA JORNADA POÉTICA!
100%

ana 11/02/2011

SIMPLESMENTE EXCELENTE!
100%