CARACOL E UMA CASA QUE SE ANDA
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

CARACOL E UMA CASA QUE SE ANDA

Caracol, uma casa que se anda é um poema longo de trinta partes, que se andam pelas casas. Ora casa dentro, ora casa fora vivo, a casa dos três amantes fogo-fátuo; a casa da morte e o menino sírio, fina finca, criança sem manto de verdura, de raiz arrancada. A casa carne vomita, as carnes lambem; casa mar de gentes montes, corpos coveiros sem fiapos. A casa enlameada atola vidas; aos cem anos, lindeza engolida, aguarda o quinto assédio. Casa com nojo de cortar com faca, com asma de marimbondo; casa vergonheira atrasada. A casa arqueia cabeças degoladas; casas de passagens apimentam alcovas. os quintais de mortos congelados fatiados; africanas milhões costuradas sem ventrelivre; a casa aos dezoito, muitos coitos deitam fogos,
Editora: LABRADOR
ISBN: 8593058019
ISBN13: 9788593058011
Edição: 1ª Edição - 2016
Número de Páginas: 64
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.
por R$ 40,00