CARRASCOS ESTAO MORTOS, OS
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

CARRASCOS ESTAO MORTOS, OS

Apesar da grande quantidade de livros escritos sobre os nazistas e o povo Judeu, muitas pessoas ignoram que até mesmo no Brasil existiram atitudes racistas e preconceituosas, inclusive no pós-guerra. Após a derrota da Alemanha na guerra, muitos nazistas se refugiaram na Argentina, no Paraguai e no Brasil. No primeiro, eram protegidos por Peron e Stroessner, e, aqui, pelo ditador Getúlio Vargas, que nutria forte simpatia pelo Terceiro Reich, levando o país a praticamente apoiar Hitler durante o conflito. A história só tomou seu rumo quando submarinos do Terceiro Reich atacaram navios de bandeira brasileira em águas nacionais. Esses ataques obrigaram o governo brasileiro a apoiar e a participar do bloco dos Aliados contra a Alemanha. A história narrada em Os carrascos estão mortos fala de uma época em que os judeus resolveram que "as contas tinham que ser acertadas". Esse acerto começou na América Latina, com a prisão e a extradição de Eichmann, o carrasco nazista, e continuou com a procura de Mengele, o "médico-monstro dos campos de concentração".
Editora: NOVO SECULO
ISBN: 8576797399
ISBN13: 9788576797395
Edição: 1ª Edição - 2012
Número de Páginas: 208
Acabamento: BROCHURA
Formato: 16.00 x 23.00 cm.