CETICISMO NA OBRA DE MACHADO DE ASSIS, O
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

CETICISMO NA OBRA DE MACHADO DE ASSIS, O

A extensa fortuna crítica de Machado de Assis é pobre quando cuida do seu ceticismo: alguns acham que ele é bom apesar de ser cético e não porque é cético. Essa lacuna imperdoável é finalmente preenchida com o livro de José Raimundo Maia Neto, professor de Filosofia da UFMG, publicado antes em inglês como Machado de Assis: the Brazilian Phyrronian, e só agora editado em português como O ceticismo de Machado de Assis. Maia Neto é o primeiro a qualificar o ceticismo não como um aspecto mas como o fundamento da ficção machadiana. Os protagonistas dessa ficção são promovidos à condição de autores que se sentem escapando de si mesmos. A condição de autor-em-dúvida os põe no lugar de observador que não interfere nem pontifica, suspendendo o juízo tanto do personagem quanto do leitor. Para tratar desse estranhamento-de-si promovido pelo Bruxo do Cosme Velho, é necessária uma terapia da razão dogmática como a que só o ceticismo machadiano pode desenvolver e Maia Neto pode estudar.
Editora: ANNABLUME
ISBN: 8574197394
ISBN13: 9788574197395
Edição: 1ª Edição - 2007
Número de Páginas: 198
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.
por R$ 47,00