CINEMA NOIR - ESPELHO E FOTOGRAFIA
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

CINEMA NOIR - ESPELHO E FOTOGRAFIA

'The Lady from Shangai '(1948) é um clássico noir. 'Blade Runner' (1982) e 'The Public Eye' (1992) revisitam e atualizam o 'noir'. Os três filmes, núcleo do livro de Marcia Ortegosa, investigam o que está oculto, nas sombras. Juntam os fragmentos, os indícios na busca da revelação do que se esconde. Apresentam semelhantes processamentos de linguagem. Nessa cadeia de significações, chega-se ao outro, o espelho sígnico, resgatando as conotações e ambiguidades que a estética de sombra e luzes do noir propicia.O 'noir' é o próprio mundo sem centro, onde as ilusões do homem foram perdidas e será justamente nesse universo que a ficção irá se voltar para a ilusão, para a sedução ameaçadora, para a simulação e para a artificialidade lançada por todos esses jogos de espelhos. A fragilidade de todos esses reflexos, dos duplos e até das sombras, nos dá a sensação do caráter efêmero das coisas: da relatividade em fixar um sentido único. 'Espelho e fotografia: dois modos de parar o tempo'são metáforas da reflexão crítica, da pensatividade. A fotografia, com o congelamento das imagens, rompe a velocidade do tempo. O espelho cria duplicatas, fragmentações. Através desses dois elementos estéticos, esse livro discute questões ligadas ao tempo, ao espaço e a representação. Numa abordagem metalinguística e intertextual este trabalho procura dialogar com as artes pictóricas, a literatura, a fotografia, o cinema e o universo fílmico, pensando as imagens num processo relacional, em constante atualização e espelhamento.
Editora: ANNABLUME
ISBN: 8539100517
ISBN13: 9788539100514
Edição: 1ª Edição - 2010
Número de Páginas: 140
Acabamento: BROCHURA
Formato: 16.00 x 23.00 cm.
por R$ 52,00