DIREITO A PROVA E DIGNIDADE HUMANA

DIREITO A PROVA E DIGNIDADE HUMANA

Em que medida a atividade processual probatória pode vulnerar a dignidade da pessoa humana e maltratar direitos humanos fundamentais como a integridade física, a honra e a privacidade/intimidade? Sob que condições as provas podem ser legitimamente constituídas? E, uma vez constituídas, quando podem ser produzidas no processo? Como hão de ser valorizadas em juízo? Eis a ordem de indagações cujas respostas se ensaiam neste Livro, sob o prisma da cooperação processual e do princípio da proporcionalidade. Sugerido como leitura complementar em Cursos de Pós-Graduação em Direito (Direito Constitucional e Teoria Geral do Processo).
Editora: LTR
ISBN: 8536108916
ISBN13: 9788536108919
Edição: 1ª Edição - 2007
Número de Páginas: 240
Acabamento: BROCHURA