DIREITO DO TRABALHO - ORGANIZAÇOES DE TRABALHADORES E MODERNIZAÇAO

DIREITO DO TRABALHO - ORGANIZAÇOES DE TRABALHADORES E MODERNIZAÇAO

Os novos processos de produção imprimiram rápidas transformações às relações de trabalho, tornando-se extremamente necessária a efetiva participação dos trabalhadores nesses procedimentos, através de suas organizações associativas. Dessa maneira, impõe-se a reorganização ou reestruturação das organizações de trabalhadores, que, no Brasil, infelizmente, encontram-se em crise. A presença do Estado nas relações de trabalho vem sofrendo mudanças. O núcleo de discussão sobre relações de trabalho já deixou de estar centrado no Estado, passando para a empresa. Com essa alteração, impõe-se no processo de reestruturação das organizações de trabalhadores a necessidade do incremento dos movimentos de base, dentro da empresa, assim como de estruturas nacionais e regionais, sempre envolvendo toda a sociedade pertencente àquela determinada comunidade. No Brasil, as organizações de base sofreram forte resistência por parte dos sindicatos, que contribuíram sobremaneira para a manutenção da exclusividade da representação indireta. O importante é criar um sistema convergente de interesses, interagindo, ou seja, que a forma direta e indireta de representação consiga dar conta do novo mundo do trabalho. Da mesma maneira é trabalhar com a participação equilibrada do Estado, de forma a favorecer a negociação coletiva sem que se deixem de estabelecer as garantias mínimas de proteção ao trabalhador. A busca do aperfeiçoamento das organizações de trabalhadores, utilizando-se de métodos próprios paraenfrentar o processo de globalização, é de máxima importância para a efetiva participação do trabalhador na modernização do Direito do Trabalho
Editora: JURUA
ISBN: 8536200057
ISBN13: 9788536200057
Edição: 1ª Edição - 2003
Número de Páginas: 254
Acabamento: BROCHURA
por R$ 77,70