EMILIO OU DA EDUCAÇAO

EMILIO OU DA EDUCAÇAO

Os sarcasmos que Rousseau lançava contra os reis, os grandes e os ricos, porque sabia antecipadamente que eles eram hostis à liberdade dos homens e, portanto, à das crianças, tiveram sua justa paga. Em 9 de julho de 1762, uma sentença do Parlamento de Paris condenava o Emílio a ser rasgado e queimado e ordenava: "O chamado J.-J. Rousseau... será detido e levado às prisões da portaria do Palácio".Como de hábito, as condenações apenas garantiram ao livro toda a publicidade que ele merecia; foi um dos grandes sucessos do século. Mas o amor real às crianças e a liberdade que nele respiramos fazem dele um livro de todos os tempos. Cada geração de educadores descobre nele, com surpresa, o que confusamente procura: depois da Escola emancipada e dos métodos de educação ativa, depois de Makarenko e de seu admirável Poema pedagógico, eis que os pioneiros do "não-diretivismo" invocam como padrinho a educação negativa de Rousseau.
Editora: MARTINS EDITORA
ISBN: 8580631327
ISBN13: 9788580631326
Edição: 4ª Edição - 2014
Número de Páginas: 744
Acabamento: BROCHURA
por R$ 90,00