FERAS NO JARDIM

FERAS NO JARDIM

Alexandra tinha seis anos e morava na fazenda de tabaco de seus pais quando aprendeu a disparar um rifle. Saber atirar podia significar a diferença entre a vida e a morte na antiga Rodésia, atual Zimbábue, país de adoção de sua família. Ali, a minoria branca vivia acuada por um crescente movimento armado de libertação nacional. Filha de colonizadores de origem britânica, Alexandra foi levada para a África com dois anos de idade. Num estilo direto, ela conta suas memórias africanas, das detalhadas cenas do convívio familiar às viagens pela África dos anos 60 e 70, em países como Zimbábue, Malaui e Zâmbia.O livro apresenta o ponto de vista do branco colonizador sobre os negros, sobre as culturas tribais, sobre uma terra inóspita e perigosa - morada de doenças endêmicas, miséria, conflitos sangrentos e animais selvagens. É assim que se testemunha o racismo entranhado dos pais da escritora, incapazes de compreender a África fora do contexto colonial.A saga familiar dos Fuller e seus dramas familiares - o alcoolismo da mãe e a morte de uma irmã e dois irmãos de Alexandra - entremeiam-se à história africana. O retrato isento que Alexandra faz dos próprios pais provoca sentimentos ambíguos, ao mesmo tempo de repulsa e de profunda identificação com o lado humano de pessoas extremamente afetivas.
Editora: COMPANHIA DAS LETRAS
ISBN: 8535902988
ISBN13: 9788535902983
Edição: 1ª Edição - 2002
Número de Páginas: 360
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.
por R$ 67,90