FILOSOFIAS POLITICAS CONTEMPORANEAS, AS APOS 1945 - HISTORIA DA FILOSOFIA POLITICA V

FILOSOFIAS POLITICAS CONTEMPORANEAS, AS APOS 1945 - HISTORIA DA FILOSOFIA POLITICA V

Convencer-se de que era preciso filosofar, numa época em que Auschwitz tinha demonstrado o insucesso da filosofia como interrogação sobre o melhor regime, foi o dado prévio, a seguir a 1945, dos que pro-curaram tomar a seu cargo o novo imperativo categórico de que nunca mais advenha nada de semelhante. O enigma do totalitarismo deve conduzir a instaurar, como acreditou o pós-modernismo francês, o processo do humanismo? Será preciso substituir a filosofia do sujeito, que pôde parecer tão solidária dos valores democráticos, por um outro paradigma centrado nas exigências da comunicação, como Habermas tentou a partir da herança da Escola de Frankfurt? Ou é conveniente, como a filosofia norte-americana graças aos debates abertos por Rawls, perguntar-se se a defesa dos direitos individuais pode ainda, por si só, responder às exigências das sociedades contemporâneas? Este volume aborda a tarefa de designar pontos de passagem, ou de cruzamento, entre essas interrogações aparentemente tão explosivas. Mostra como elas convergem em torno de uma reflexão sobre o futuro dos princípios liberais, única herança não delapidada da modernidade: é possível integrar neles a parte de verdade do que, na época da descolonização, se exprimiu na Europa nacrítica do etnocentrismo humanista e que, hoje e do outro lado do Atlântico, se faz ouvir nas exigências de um pluralismo cultural?.
Editora: INSTITUTO PIAGET
ISBN: 9727714358
ISBN13: 9789727714353
Edição: 1ª Edição - 2002
Número de Páginas: 420
Acabamento: BROCHURA
Formato: 15.80 x 23.90 cm.
por R$ 125,60 2x de R$ 62,80 sem juros