FIM DA AUTORIDADE, O

FIM DA AUTORIDADE, O

Esta obra constitui um diagnóstico muito lúcido sobre a problemática da crise que no presente se instalou na relação educativa e da autoridade tradicional Sob a pressão democrática, igualitária, os cidadãos têm cada vez mais dificuldade em tolerar as relações assimétricas tanto na família como na escola. O espírito de contrato tem de substituir a autoridade. Os cidadãos aguardam, com impaciência, uma renovação das relações de poder! Os pais têm por obrigação de explicar aos filhos as normas educativas. Na escola, as virtudes do diálogo democrático, entre professor e aluno, devem esclarecer e justificar o sentido do esforço e os modos de transmissão do saber. É urgente e necessário discutir novas formas de transmissão do saber sem, no entanto, tocar no seu próprio conteúdo. Será isto possível? Alain Renaut, com a simplicidade da sua escrita e com a profundidade do seu conhecimento, esforça-se por encontrar uma saída para estas dificuldades e propõe, sobretudo no campo do político, linhas para uma renovação de tipo contratual das relações de autoridade por forma a que esta se compatibilize com o espírito democrático que, hoje, todos partilhamos, por forma a que reconheçamos na figura do "outro" o alter-ego. O propósito fundamental do autor não é o de encontrar soluções, é sim o de explorar, dentro da sua complexidade e da sua diversidade, as metamorfoses e as problemáticas das diversas figuras da relação de autoridade na idade moderna.
Editora: INSTITUTO PIAGET
ISBN: 9789727718269
ISBN13: 9789727718269
Edição: 1ª Edição - 2005
Número de Páginas: 194
Acabamento: BROCHURA
Formato: 16.00 x 23.00 cm.
por R$ 78,00