MARXISMO OCIDENTAL, O
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

MARXISMO OCIDENTAL, O

Chama-se marxismo ocidental à corrente dos intelectuais de esquerda que expressaram reservas em relação ao socialismo autoritário e que concentraram a aplicação dos conceitos marxistas na análise dos temas da cultura, muito mais que na dos problemas econômicos. Expondo com detalhes as suas fontes – em Hegel e Marx –, os seus fundamentos – em Lukács e Gramsci – e as suas implicações – em Benjamin, Adorno, Horkheimer, Sartre, Althusser, Marcuse, Habermas, entre outros –, José Guilherme Merquior sustenta que a crítica cultural empreendida por tais pensadores foi, com variações de grau, abstrata e generalizante. ‘O Marxismo Ocidental’ foi elogiado por John Gray, eleito ‘livro do ano’ no Financial Times e editado em espanhol por Octavio Paz. Esta reedição inclui uma extensa galeria de fac-símiles de reportagens, cartas e manuscritos relacionados à obra. ‘Livrinho brilhante, envolvido de rigor acadêmico e rebentando em deliciosas digressões, (.) um ensaio de história intelectual conduzido como um extenso exercício de ironia.’ – John Gray, The Times Literary Supplement ‘Uma consideração refinada, desapaixonada e absolutamente devastadora do ‘comunismo cultural’ no Ocidente.’ – George Watson, ao eleger a obra seu ‘book of the year’ (‘livro do ano’) no Financial Times.
Editora: E REALIZAÇOES
ISBN: 8580333431
ISBN13: 9788580333435
Edição: 1ª Edição - 2018
Número de Páginas: 352
Acabamento: BROCHURA
Formato: 13.20 x 23.40 cm.
por R$ 74,90