MISSISSIPI
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

MISSISSIPI

Esse é um texto sobre a praça Roosevelt nos últimos 20 anos. Numa perspectiva arquitetônica, trata-se de um espaço público rodeado por nichos privados (casas e prédios) e territórios de sociabilidade (teatros e bares). Mas pra Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, autores desse texto, se o sítio geográfico assume, sem dúvida, um importante papel nesse universo, não é tão vital quanto as pessoas que nele vivem e trabalham. São eles os protagonistas da peça: condôminos amargurados, moradores de rua, a depressiva artista famosa, o reacionário eugenista, os junkies e os solitários da noite. Os Satyros começam por uma micro-história desse território paulistano, mas transcendem para a grande narrativa do Brasil. A genialidade da dramaturgia está em expandir as dualidades do enredo (loucos versus caretas, hedonistas versus conservadores) para o terreno da linguagem, uma vez que existem fricções constantes entre a realidade (drama construído a partir de pesquisadas com relatos verídicos) e a ficção narrativa em estado máximo de imaginação. Proporcionando um amálgama de teatro documental e alegoria, como mostram em suas alcunhas Alone, Caminho, Princesa, Mississipi e tantos outros, pessoas de carne e osso, mas ao mesmo tempo arquétipos precisos da diversificada e complexa tipologia humana.
Editora: GIOSTRI
ISBN: 9788551603642
ISBN13: 9788551603642
Edição: 1ª Edição - 2019
Número de Páginas: 152
Acabamento: BROCHURA
Formato: 17.00 x 24.00 cm.
por R$ 59,00