MORRER AMANHA
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

MORRER AMANHA

COLEÇAO MEU AMIGO ESCRITOR
No mesmo dia (12 de setembro) do ano de 1831, nascem dois meninos numa casa em São Paulo. Um é filho dos donos da casa; o outro, filho de uma das escravas da família. O filho da senhora seria mais tarde o poeta Álvares de Azevedo; e o da escrava, Tonico, seria desde criança grande amigo do escritor. A invenção do personagem fictício Tonico (negro, filho de escrava) revela-se muito oportuna para a autora discutir o tema da escravidão, em plena vigência no Brasil na época – também porque Álvares de Azevedo foi um vigoroso defensor da liberdade para todos. O texto percorre a vida do poeta que, apesar de ter vivido apenas 20 anos, deixou uma obra perene. Ele é autor do famoso poema “Se eu morresse amanhã”. No romance, Azevedo consegue que seu pai conceda liberdade a Tonico, que, assim, pode acompanhar o poeta de perto até o fim da vida, transformando-se no grande responsável pela preservação da obra de Álvares de Azevedo.
Editora: FTD
ISBN: 9788532290908
ISBN13: 9788532290908
Edição: 1ª Edição - 2014
Número de Páginas: 320
Acabamento: BROCHURA
por R$ 52,00