OBSTACULOS PARA INCLUSAO DE DISCIPLINAS MATEMATICAS NOS CURRICULOS DE MEDICINA
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

OBSTACULOS PARA INCLUSAO DE DISCIPLINAS MATEMATICAS NOS CURRICULOS DE MEDICINA

Neste trabalho procura-se identificar, analisar e discutir os obstáculos epistemológicos que se apresentam quando se questiona a resistência à inclusão, nos currículos dos cursos de Medicina, de disciplinas que abordem conteúdos de Matemática, especialmente Biomatemática e Modelos Matemáticos. Com base em critérios mistos de antiguidade, tradição, avaliações positivas de órgãos oficiais, conceito junto à mídia, opiniões de professores de Medicina e informações extraídas de consagradas obras de História de Medicina, foram estudados os currículos de seis Faculdades de Medicina do Brasil e dezesseis Faculdades de Medicina de alguns países desenvolvidos, constatando-se que, em todas elas, a disciplina Bioestatística é amplamente aceita. Os obstáculos epistemológicos encontrados são de origem histórica ou oriundos de conhecimentos anteriores equivocados, relativos a estruturas curriculares, professores, perfil do formando, tradicionalismo, conservadorismo, corporativismo, critérios, desequilíbrios, ideologia e relações de poder. Adotou-se, como base de orientação, os estudos de Brousseau, fundados em Bachelard, sobre os obstáculos epistemológicos. Como proposta de currículo sugere-se a inclusão da disciplina Biomatemática no primeiro ano do curso de Medicina e da disciplina Modelos Matemáticos em Medicina, a ser ministrada no segundo ano do aludido curso, juntamente com Bioestatística.
Editora: SCORTECCI
ISBN: 8536629606
ISBN13: 9788536629605
Edição: 1ª Edição - 2017
Número de Páginas: 212
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.
por R$ 45,00