PALAVRAS COMO BALAS
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

PALAVRAS COMO BALAS

IMPRENSA E INTELECTUAIS ANTIFASCISTAS NO CONE SUL (1933-1939)
Entre as duas guerras mundiais que dividiram o século XX, o desenvolvimento dos fascismos europeus ressoou de forma poderosa no Cone Sul, onde a presença de importantes comunidades de origem europeia desde o fim do século XIX havia adensado as relações políticas e culturais euro-americanas. Se as variantes latino-americanas do fascismo – como a Ação Integralista Brasileira – inspiraram numerosos trabalhos, os movimentos antifascistas, ao contrário, permaneceram muito tempo desconhecidos. O livro de Ângela Meirelles de Oliveira reaviva uma série de atores, redes, publicações e movimentos políticos que, após a chegada ao poder do nazismo na Alemanha, participaram ativamente, do sul da América Latina, da luta internacional contra os fascismos. Palavras como balas, é também uma obra importante do ponto de vista metodológico. De um lado, a abordagem decididamente transnacional do antifascismo permitiu enfatizar a multiplicidade das circulações de ideias e práticas entre a América Latina e a Europa – principalmente a França - e a complexidade do processo de estruturação de redes translatlânticas. Por outro lado, a importância destas conexões não impediu de levar em conta a especificidade de cada experiência nacional do antifascismo e de desenvolver uma verdadeira reflexão comparada entre os diferentes países do Cone Sul. Ao mesclar de forma indissolúvel a história comparada e a história conectada, este belo trabalho também faz parte das reflexões historiográficas atuais sobre a história global.
Editora: ALAMEDA
ISBN: 9788579393389
ISBN13: 9788579393389
Edição: 1ª Edição - 2014
Número de Páginas: 298
Acabamento: BROCHURA
Formato: 16.00 x 23.00 cm.
por R$ 64,00