RAPHAEL E EMYGDIO - DOIS MODERNOS NO ENGENHO DE DENTRO
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

RAPHAEL E EMYGDIO - DOIS MODERNOS NO ENGENHO DE DENTRO

O Instituto Moreira Salles, lança a publicação 'Raphael e Emygdio - Dois Modernos no Engenho de Dentro', que reúne desenhos e pinturas dos artistas Raphael Domingues (1912-1979) e Emygdio de Barros (1895-1986), que, diagnosticados como esquizofrênicos, frequentaram o ateliê de artes do Setor de Terapêutica Ocupacional e Reabilitação (STOR) do Centro Psiquiátrico Nacional (atualmente Instituto Municipal Nise da Silveira), no bairro carioca do Engenho de Dentro.O ateliê de artes STOR do Centro Psiquiátrico Nacional foi fundado em 1946 pela psiquiatra Nise da Silveira (1905-1999) com o objetivo de criar alternativas aos procedimentos agressivos usados no tratamento de pacientes psiquiátricos naquele momento: a lobotomia, o choque elétrico e a injeção de insulina. Para a médica, a produção plástica era uma porta de entrada para a psique de seus pacientes, uma forma de comunicação com pessoas que tinham grande dificuldade de se expressar verbalmente. Raphael e Emygdio participaram dos primórdios do ateliê, tendo sido assistidos pelo artista Almir Mavignier, que foi monitor daquele espaço entre 1946 e 1951. Todos os trabalhos produzidos no ateliê foram guardados pela dra. Nise como fonte de informação sobre o estado psíquico e emocional dos pacientes. Mais tarde, em 1952, essas obras deram origem ao Museu de Imagens do Inconsciente.
Editora: IMS - INSTITUTO MOREIRA SALLES
ISBN: 9788586707827
ISBN13: 9788586707827
Edição: 1ª Edição - 2012
Número de Páginas: 208
Acabamento: BROCHURA
Formato: 23.00 x 28.00 cm.
por R$ 85,00