REFLORESTAMENTO CILIAR EM DIFERENTES MODELOS DE PLANTIO
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

REFLORESTAMENTO CILIAR EM DIFERENTES MODELOS DE PLANTIO

As matas ciliares são áreas diretamente afetadas por construção de hidrelétricas, e a sua destruição influencia a estabilidade das áreas que margeiam os rios, contribuindo para o assoreamento de reservatórios, o empobrecimento do solo e, consequentemente, a redução da biodiversidade local. Nesse contexto, desenvolveram-se várias pesquisas propondo diferentes modelos de recuperação. Sendo assim, foram estudados o comportamento silvicultural de várias espécies arbóreas em condições de mata ciliar e as propriedades físicas e químicas do solo do reflorestamento ciliar à margem do reservatório da Hidrelétrica de Ilha Solteira, localizado na Fazenda de Ensino, Pesquisa e Extensão da UNESP, Campus de Ilha Solteira, no município de Selvíria, MS. O reflorestamento ciliar foi plantado em 1986 em módulos, existindo dois modelos com números diferentes de espécies. O modelo I é composto por 21 espécies, plantadas em 33 módulos, e o modelo II por 14 espécies em 13 módulos. Observou-se que as propriedades físicas e químicas do solo sob o reflorestamento ciliar são semelhantes às propriedades do solo sem perturbação antrópica dessa região, e que as espécies plantadas nos modelos de plantio do reflorestamento ciliar estão contribuindo com a deposição de material orgânico suficiente para que haja uma reciclagem dos nutrientes e a manutenção das propriedades físicas e químicas desse solo em condições para que ocorra o estabelecimento da cobertura florestal similar ao de uma mata ciliar natural.
Editora: APPRIS
ISBN: 9788547302467
ISBN13: 9788547302467
Número de Páginas: 191
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.80 x 21.00 cm.
por R$ 36,00