RETRATO DE UM TEMPO À MEIA-LUZ
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

RETRATO DE UM TEMPO À MEIA-LUZ

Neste “Retrato de um tempo à meia-luz”, segundo livro de Jaime Medeiros Júnior, o autor nos apresenta a qualidade característica de sua prosa em textos curtos que versam sobre a própria literatura, a filosofia, a memória, a infância e o tempo. Sempre inquieto em relação à discutível necessidade de classificar e enquadrar em gêneros predeterminados aquilo que se produz, Jaime encontrou no termo “prosa ligeira” a melhor saída para abrigar sob um guarda-chuva temático o teor e o estilo dos textos que reúne neste livro. Basta começar a leitura para ingressar em portas destinadas a conduzir o leitor a uma experiência literária singular, em que o prazer de ler se harmoniza com a reflexão proposta pela absorção de novos vieses sobre o que nos circunda, gerados a partir da voz de um prosopoeta. O cronista Jaime Medeiros Júnior canta e ouve a cadência do mundo. Misto de flanêur e de peripatético (esse um que não pretende ensinar, mas sim aprender andando, passeando) que folheia aos nossos olhos o seu jornal íntimo, crítico da pósmodernidade, e que se vê implicado nela, e nos observa. Do Sócrates do Banquete ao Eco dos bosques da ficção, da desconfiança com verbetes só aparentemente banais ao sonho de Santo Agostinho, do mistério de brincar às possibilidades da literatura, lá vai Jaime ser gauche, com suas sacolas enganchadas cheias de memória e delicado espanto.
Editora: MODELO DE NUVEM
ISBN: 9788563057136
ISBN13: 9788563057136
Edição: 1ª Edição - 2012
Número de Páginas: 152
Acabamento: BROCHURA
Formato: 12.50 x 18.00 cm.
por R$ 32,00