SENHAS

SENHAS

Em 'Senhas', Jean Baudrillard não só reúne os principais conceitos filosóficos de sua obra, mas também analisa as ligações existentes entre os grandes movimentos sociais e a obsessão contemporânea pela produção. À "virtualização" de nosso mundo, à univocidade do "comércio" dos signos, às virtudes ilusórias da transparência e às mistificações do valor de mercado, ele contrapõe o caráter pródigo da troca simbólica, o desafio da sedução, o jogo infinito do aleatório e a reversibilidade do destino.A simples enunciação de palavras-chave no título de cada capítulo - o objeto; o valor; a sedução; o obsceno; a "transparência"; o virtual; o aleatório; o caos; o fim; o crime perfeito; o destino; a troca impossível; a dualidade; o pensamento; e a palavra final - sintetiza a essência de suas idéias, seguindo o princípio estético-pedagógico de um abecedário. Senhas reabre o espaço tanto à liberdade de criação e expressão, quanto ao saudável - e imprescindível - ato de pensar."A ordem das coisas, a ordem das aparências, não pode mais ser confiada a qualquer matéria do saber. O pensamento, eu o quero paradoxal, sedutor - com a condição, evidentemente, de não tomar por sedução a manipulação aduladora, e sim com um desvio de identidade, um desvio do ser." ( Jean Baudrillard)
Editora: DIFEL
ISBN: 857432020X
ISBN13: 9788574320205
Edição: 1ª Edição - 2001
Número de Páginas: 84
Acabamento: BROCHURA
Formato: 14.00 x 21.00 cm.