VERSOS FUNDAMENTAIS DO CAMINHO DO MEIO
Passe o mouse na imagem para ver detalhes Ampliar

VERSOS FUNDAMENTAIS DO CAMINHO DO MEIO

Na tradição budista, o embate filosófico em torno do problema da impermanência se consolida, em sua forma mais radical, com os escritos de Nagarjuna, o mais importante filósofo budista indiano, que viveu por volta do século II de nossa era. A redação dos Versos fundamentais do Caminho do Meio, principal obra de Nagarjuna, marca a consolidação do budismo mahayana com suas veementes objeções lógicas aos pressupostos ontológicos das escolas budistas "adversárias", principalmente dos sarvasti-vadins, que defendiam a substancialidade última dos dharmas, a existência de um "ser próprio" inerente a todos os entes. Ao afirmar que todas as coisas são destituídas de uma substancialidade última, ao afirmar seu caráter de vacuidade (sunyata) e que tal constituição é correlativa à cooriginação dependente (pratitya-samutpada), Nagarjuna define o caráter de reciprocidade entre nirva?a e sa?sara, apontando, dessa forma, uma perspectiva antimetafísica de abordagem do problema da origem do sofrimento. Esta obra é uma "monumental desconstrução" de todas as possíveis afirmações metafísicas sobre as questões centrais da história do pensamento filosófico, tais como: o tempo, o eu, o movimento, a ação, o sofrimento etc. Tais questões e a sistematização do budismo mahayana, empreendidos por Nagarjuna, além de marcarem decisivamente várias tradições distintas do budismo, vão estabelecer, de forma decisiva, as bases indianas do Zen-budismo que surge na China e posteriormente migra para o Japão e a Coreia. Estamos, portanto, diante de um pensador central e de uma obra fundante do budismo mahayana. Esta tradução é a primeira versão do sânscrito para o português de Versos fundamentais do Caminho do Meio e traz as notas e os comentários minuciosos de Giuseppe Ferraro, que nos apresenta detalhadamente o vasto universo interpretativo tanto clássico quanto contemporâneo/ocidental desta importante obra. Sem dúvida alguma, esta é uma das mais importantes contribuições para o debate filosófico sobre a relação entre Ocidente e Oriente na Filosofia brasileira.
Editora: PHI EDITORA
ISBN: 8566045335
ISBN13: 9788566045338
Edição: 1ª Edição - 2016
Número de Páginas: 686
Acabamento: BROCHURA
Formato: 16.00 x 23.00 cm.
por R$ 116,00 2x de R$ 58,00 sem juros