Minha sacola

    Favoritar

    BOX OBRAS DE MÁRIO DE ANDRADE

    Ref:
    808006

    Por: R$ 89,90

    Preço a vista: R$ 89,90

    Comprar

    Para envios internacionais, simule o frete no carrinho de compras.

    Editora
    ISBN
    Páginas
    Peso
    Idioma
    Acabamento

    Sinopse

    "Pauliceia desvairada", escrito em plena efervescência da Semana de Arte Moderna de 1922, explora as conquistas do modernismo brasileiro, que ajudou a reformular a literatura e as artes visuais no Brasil. "Amar, verbo intransitivo" pertence à chamada primeira fase do movimento, tendo recebido várias críticas por tratar de um assunto polêmico que era vivido pela sociedade em geral, mas não discutido claramente, com críticas sociais e comportamentais. Já "Macunaíma" é considerado um indianismo moderno, escrito sob a ótica cômica: critica o Romantismo utilizando mitos indígenas, lendas e provérbios do povo brasileiro. Por fim, "Contos novos" foi publicado postumamente, em 1947, e narra os relatos da maturidade artística de Mário de Andrade numa coletânea de textos escritos pelo autor ao longo de sua vida. Conheça as inovações, o surreal, as lendas e o essencial de Mário de Andrade, em suas diferentes verves, que se misturam e revelam os mais diversos traços de nossa formação cultural, sendo até hoje, anos depois, lido tanto pela sua qualidade como por sua irreverência e pioneirismo.
    Mostrar mais

    Ficha técnica

    Especificações

    ISBN9788542811131
    Pré vendaNão
    Biografia do autorMÁRIO RAUL MORAES DE ANDRADE nasceu em São Paulo, em 9 de outubro de 1893 e faleceu em 25 de fevereiro de 1945. Foi poeta, escritor, crítico literário, musicólogo, folclorista, cronista ensaísta e um dos pioneiros da poesia moderna brasileira, com a publicação de seu livro Pauliceia Desvairada, em 1922. Durante sua infância foi considerado um pianista prodígio, tendo sido matriculado no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo em 1911. Recebeu educação formal apenas em música, mas foi autodidata em história, arte e, especialmente, poesia. Em 1922, ao mesmo tempo em que preparava a publicação de Pauliceia Desvairada, trabalhou com Malfatti e Oswald de Andrade na organização de um evento que se destinava a divulgar as obras deles a um público mais vasto, a Semana de Arte Moderna, que ocorreu no Teatro Municipal de São Paulo entre os dias 11 e 18 de fevereiro. Depois de trabalhar como professor de música e colunista de jornal, ele publicou seu maior romance, Macunaíma, em 1928. No fim de sua vida, tornou-se o diretor-fundador do Departamento Municipal de Cultura de São Paulo, formalizando o papel que ele havia desempenhado durante muito tempo como catalisador da modernidade artística na cidade e no país. Andrade morreu em sua residência, em São Paulo, devido a um enfarte do miocárdio, quando tinha 51 anos. Dadas as suas divergências com a ditadura, não houve qualquer reação.
    Peso535g
    Palavra-chave - Metabooksantiguidade, box, livro, mario andrade, obras, pesia, piano
    Autor para link
    Livro disponível - pronta entregaSim
    Dimensões21 x 14 x 7
    IdiomaPortuguês
    Tipo itemLivro Nacional
    Número de páginas326
    Número da edição1ª EDIÇÃO - 2017
    Código Interno808006
    Código de barras9788542811131
    AcabamentoBROCHURA
    AutorANDRADE, MARIO DE
    EditoraNOVO SECULO
    Sob encomendaNão
    Mostrar mais

    Este livro é vendido

    SOB ENCOMENDA

    Prazo estimado para disponibilidade em estoque: dias úteis

    (Sujeito aos estoques de nossos fornecedores)

    +

    Prazo do frete selecionado.

    (Veja o prazo total na sacola de compras)

    Comprar