0

Meu carrinho

    Favoritar

    QUANTO BEM-ME-QUERES?

    Ref:
    934978

    Por: R$ 46,00

    Preço a vista: R$ 46,00

    Comprar

    Sinopse

    Quanto bem-me-queres? deve ser a pergunta que filhos do divórcio se fazem quando seus pais se separam, por conflitos que prosseguem mal resolvidos, e sofrem alienação parental na produção de sua memória. A frustração pelo término da conjugalidade, de uma ou ambas as partes, pode promover o rompimento da relação afetiva entre filhos e pai ou mãe, ao usar a criança como instrumento de vingança para afastá-los. Pelo fato de ser em maior número a posse de guarda entregue às mães, o livro aponta que tal poder pode esgarçar o contato do pai com o filho, quando é um direito fundamental da criança conviver com ambos os pais. Esse fenômeno afronta a ética, a moral e distorce valores importantes, que devem ser preservados, como o amor parento-filial, além do princípio do melhor interesse da criança e adolescente. Agride o artigo 227 da Constituição brasileira e fere o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), que apontam ser dever da família assegurar, com prioridade, uma convivência harmônica da criança e adolescente com pai e mãe. Operadores do Judiciário e do Direito de Família, da Psicologia e do Serviço Social, ao serem requisitados, têm papel importante para impedir a evolução do problema. Para o praticante de alienação parental, são previstas penalidades, segundo a Lei 12.318/10, que, em 26 de agosto de 2020, fez 10 anos. A análise e interpretação das nuanças dessa complexa questão, neste livro, foram realizadas com base nos depoimentos de pais e filhos, do documentário A Morte Inventada, de Alan Minas. O processo de alienação parental traz prejuízos aos envolvidos, afeta profundamente a construção dos laços sociais do filho no futuro, pela impossibilidade de serem desfeitos os discursos distorcidos, que resultaram na implantação de falsas memórias. Atualmente, muitos homens divorciados desejam viver de forma plena a paternidade, e lutam, na Justiça, pela convivência dos filhos, vigência obrigatória no regime de guarda compartilhada, desde 2014. O livro pretende traz
    Mostrar mais

    Ficha técnica

    Especificações

    ISBN9786558208143
    SubtítuloALIENAÇÃO PARENTAL NA PRODUÇÃO DE MEMÓRIA
    Pré vendaNão
    Peso220g
    Autor para link
    Livro disponível - pronta entregaSim
    Dimensões21 x 14.08 x 1
    IdiomaPortuguês
    Tipo itemLivro Nacional
    Número de páginas171
    Número da edição1ª EDIÇÃO - 2020
    Código Interno934978
    Código de barras9786558208143
    AcabamentoBROCHURA
    AutorGALVÃO, EDNA MARIA
    EditoraAPPRIS
    Sob encomendaNão

    Este livro é vendido

    SOB ENCOMENDA

    Prazo estimado para disponibilidade em estoque: dias úteis

    (Sujeito aos estoques de nossos fornecedores)

    +

    Prazo do frete selecionado.

    (Veja o prazo total na sacola de compras)

    Comprar