0

Meu carrinho

    Favoritar
    UNIVERSALISMO E OS SEUS DESCONTENTES, O - A POLÍTICA EXTERIOR DO BRASIL NO GOVERNO FIGUEIREDO
    Ref:
    818803

    Por: R$ 49,90

    Preço a vista: R$ 49,90

    Comprar

    Sinopse

    COLEÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAISA expansão do ensino de relações internacionais, nos níveis de graduação e pós-graduação, tem sido exponencial nos últimos anos. A coleção Relações Internacionais, lançamento da Editora Juruá, tem o propósito de prover estudantes, professores e profissionais da área com o conhecimento que resulta da expansão das pesquisas nas Universidades brasileiras.O apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico-CNPq, por meio do projeto integrado de pesquisa “Parcerias Estratégicas do Brasil: a construção do conceito e as experiências em curso”, financiado com recursos do Edital Renato Archer de fomento do estudo das relações internacionais e sediado na Universidade de Brasília, encontra-se na origem dessa iniciativa. A coleção Relações Internacionais reúne estudos originais resultantes de dissertações e teses selecionadas, em razão de sua originalidade e relevância, nas Universidades que mantém programas de pós-graduação, bem como obras coletivas ou individuais especialmente focadas nas parcerias operadas pelo Brasil junto a países europeus e emergentes, objetos a que se volta o Renato Archer da UnB.Em razão do elevado número de lançamentos que a Coleção programou, pretende ser ela instrumento indispensável a todos os que manuseiam o conhecimento atualizado das relações internacionais, seja com o propósito acadêmico, seja com o fim de tomar decisões nas esferas política e social, pública e privada, que engendram o modelo brasileiro de inserção internacional e sua dinâmica operacional.O espírito que norteia as publicações da Coleção coincide com o espírito de isenção, objetividade, clareza e funcionalidade que preside os estudos nas Universidades. Desse modo, põe-se o conhecimento a serviço dos atores que dele fazem uso para equipar-se de expertise com que possam alcançar interesses externos da nação ou de seus segmentos sociais, bem como reagir e equilibrar-se diante de interesses que outros países buscam realizar no Brasil.O livro analisa a política externa do Brasil na gestão do General João Batista de Oliveira Figueiredo, último presidente do ciclo militar iniciado com o Golpe de 1964. O país viveu, neste período, um processo de abertura política e de recondução do país ao regime democrático. Neste contexto, a Política Exterior da nação ficou conhecida como Universalismo – política caracterizada pela aproximação com diversos países nos quatro cantos do mundo. Entretanto, devido à crise manifestada em amplas dimensões da vida nacional, o Universalismo não se estabeleceu como unanimidade e consenso no aparato burocrático do Estado brasileiro. Houve claras manifestações de descontentamento em relação àquela Política Externa capitaneada pelo Chanceler Ramiro Saraiva Guerreiro. Assim, o argumento do autor centra-se na discussão e demonstração do contraste entre o Universalismo e seus críticos, buscando contribuir para o melhor detalhamento da política exterior do Brasil no período de recondução do país à democracia.
    Mostrar mais

    Ficha técnica

    Especificações

    ISBN9788536225265
    Subtítulo(DE 1979 A 1985) - COLEÇÃO RELAÇÕES INTERNACIONAIS
    Pré vendaNão
    EditorPACHECO, JOSE ERNANI DE CARVALHO
    Peso220g
    Livro disponível - pronta entregaNão
    Dimensões21 x 15 x 0.9
    IdiomaPortuguês
    Tipo itemLivro Nacional
    Número de páginas164
    Número da edição1ª EDIÇÃO - 2009
    Código Interno818803
    Código de barras9788536225265
    AcabamentoBROCHURA
    AutorFERREIRA, TULIO SERGIO HENRIQUES
    EditoraJURUA EDITORA
    Sob encomendaSim

    Este livro é vendido

    SOB ENCOMENDA

    SE DISPONÍVEL NO FORNECEDOR SERÁ ENTREGUE EM dias

    Mais

    O prazo de acordo com a transportadora selecionada.

    Comprar